sábado, 10 de setembro de 2011

A Última Música


Da mesma maneira que eu gosto de assistir filmes, eu gosto de ler. Gosto mais ainda de ler um livro e assistir sua adaptação no cinema. Foi assim com Marley & Eu, O Código da Vince, Anjos e Demônios, a saga Harry Potter, entre outros. Recentemente ganhei o livro A Última Música de uma amiga minha, confesso que não é o meu tipo de leitura preferido, mas por se tratar de Nicholas Sparks, o autor de Querido John, Noites de Tormenta, Um Amor para Recordar e Diário de uma Paixão (todos adaptados para o cinema), me interessei. Mais uma vez, li o livro e assisti o filme. Que decepção.

A trama conta a história de Ronnie (Miley Cyrus), uma adolescente nova-iorquina revoltada que vai passar férias de verão com o pai (Greg Kinnear) no litoral junto com o irmão Jonah (Bobby Coleman). Durante esse tempo, Ronnie conhece Will (Liam Hemsworth) e o típico romance de verão pode se tornar algo mais.

Como é de praxe, o livro é muito melhor que o filme. Aliás, na maioria das vezes é. Tem algumas adaptações que são bem fiéis, que possuem alterações em detalhes, mas a maioria não consegue mostrar com satisfação a adaptação da linguagem escrita para a cinematográfica. Aqui, praticamente só a essência do livro está presente. O contexto geral é o mesmo, mas o desenvolver da história ficou devendo. E muito. Não sei o motivo, afinal o próprio Nicholas trabalhou no roteiro.


Todos os personagens secundários recebem pouquíssima atenção. No livro, eles são de suma importância para a trama, mas no filme, são quase que descartados. Não entendi porque Scott, Marcus e Blaze não foram melhores aproveitados. Sem contar na total ausência do pastor Harris. Por incrível que pareça, a trama não se resume apenas no romance entre Ronnie e Will, o romance é apenas  uma consequência da história e não o principal motivo dela. Mas no longa é exatamente o contrário, o romance fica em primeiro plano na trama. E isso não me agradou.

Miley Cyrus foi mal escolhida para interpretar o papel principal. Ela não desenvolve bem a personagem, fica devendo o filme todo. Toda a transformação que Ronnie vive, principalmente no final da história não é bem mostrada, Miley parece a mesma pessoa do início ao fim. O papel da música no filme também é quase esquecido, não conseguimos entender o quanto a música é importante para o seu pai e mesmo para ela.  


Posso estar sendo injusto ao analisar o filme comparando-o rigorosamente com o livro, mas penso que todos devem lembrar que o livro foi criado antes do filme, e não o contrário. Entendo claramente que não existe uma adaptação cinematográfica 100% fiel, mas entendo também que é possível sim, criar uma ótima adaptação alterando somente detalhes. E em A Última Música, infelizmente isso não acontece. Conselho: assistam o filme e não leiam o livro, ou leiam o livro e não assistam o filme.



4,5 PIPOCAS!



Ficha cnica:

The Last Song – EUA, 2010 – 107 min.

Direção: Julie Anne Robinson

Roteiro: Nicholas Sparks, Jeff Van Wie

Elenco: Miley Cyrus, Greg Kinnear, Bobby Coleman, Liam Hemsworth, Hallock Beals, Kelly Preston, Nick Lashaway, Carly Chaikin, Kate Vernon




 

2 comentários:

Mafe disse...

Poxa esse filme eu gostei!! nesse caso vou discordar de vc!! daria um 7

Thiago Sakowski disse...

Oi Mafe! Então, eu fui bem crítico em relação a esse filme, pois o assisti um dia depois de ler o livro. Como disse no texto, achei que praticamente só a essência do livro está presente. Você já leu o livro? Achou que a adaptação ficou bem feita? Muito obrigado pelo comentário! Comente sempre!